O AUTO-CONHECIMENTO
 
O principio da sabedoria baseia-se no conhecimento psicológico de nós mesmos
O PODER DO SEXO

Apreender a controlar essa energia maravilhosa do sexo significa fazer-se amo da criação...

LEI DO KARMA

A lei do Karma é aquela lei que ajusta, sábia e inteligentemente, o efeito a sua causa. Todo o bem ou mal que tenhamos feito numa vida virá trazer-nos consequências boas ou más para esta vida ou próximas existências.

QUALIDADE DE VIDA

A humanidade se encontra vivendo tempos difíceis. O homem se esqueceu de "si mesmo", comete erros e suas conseqüências são a dor e as enfermidades.

ESOTERISMO

São Paulo nos diz na Bíblia: “Possuis corpo carnal e corpo espiritual”. Dispomos de práticas para que você mesmo possa ver sair a sua Alma do corpo...

Error message

  • Deprecated function: Function create_function() is deprecated in eval() (line 1 of /home/centroanael/public_html/modules/php/php.module(80) : eval()'d code).
  • Deprecated function: The each() function is deprecated. This message will be suppressed on further calls in _menu_load_objects() (line 579 of /home/centroanael/public_html/includes/menu.inc).
  • Deprecated function: implode(): Passing glue string after array is deprecated. Swap the parameters in drupal_get_feeds() (line 394 of /home/centroanael/public_html/includes/common.inc).
...nunca me passou pela cabeça cortar essa vida...

Lorena

...

Aborto

Hoje sou uma mulher e mãe com mais de 40 anos, mas como muitas jovens iniciei a minha vida sexual antes do matrimónio. Tenho um filho quase médico, do qual me sinto muito orgulhosa pois tem sido o que me impulsionou a continuar os meus estudos e conseguir superar-me. Foi terrível o meu encontro com os meus pais e dizer-lhes que as suas esperanças em mim, e no meu futuro, tinham mudado pois encontrava-me grávida. Mas nunca me passou pela cabeça cortar com essa vida, não estava preparada isso é verdade, mas não para acabar com essa pequena vida. Meu filho não sabe mas me impressionou quando o vi por primeira vez, era pequenino e frágil, já que nunca tinha visto um recém-nascido e ao mesmo tempo me senti tão orgulhosa como mãe. E pensar que há mulheres que não podem ter filhos, e eu tinha um. A vida muda totalmente, é difícil sair em frente com um filho sem pai que o apoie, mas nada é impossível. Hoje tenho outro filho mais pequeno, fruto do meu matrimónio e tenho vivido duas experiências muito diferentes, das quais me sinto muito satisfeita e orgulhosa. A mulher tem dupla força, tenho-a presenciado, tenho-a sentido. Nos nunca nos deixamos vencer.